Arquivo da categoria: Informação

7 vantagens de criar um anúncio de venda de imóveis na internet

O corretor imobiliário tem muitas tarefas em seu dia a dia e, entre elas, está a divulgação da sua carteira de empreendimentos. O anúncio de venda de imóveis online pode ser um grande chamariz para os consumidores que estão em busca de um novo lar para morar, independentemente do seu motivo: porque vai sair da casa dos pais, porque a família aumentou ou diminuiu, porque vai casar, entre outros fatores.

Se você como profissional ainda não encontrou todos os motivos que julga necessário para começar a anunciar seus imóveis na internet, vamos contar sete vantagens de começar a investir neste tipo de divulgação. Nos dias de hoje, a todo momento o público está conectado e cabe ao corretor se inserir neste canal para não ficar para trás. Conheça algumas vantagens:

01 – Vitrine virtual para o anúncio de venda de imóveis

A internet é como uma vitrine online que, diferente das lojas físicas, consegue estar em todos os locais, pois está na tela do celular, computador, tablet, equipamentos que podem ser utilizados a qualquer hora e em qualquer lugar. Nas lojas convencionais, mesmo que um cliente veja um produto que o agrade na vitrine, vários fatores podem impedir a finalização da compra, visto que ele pode estar com pressa, sem tempo e acabar deixando para depois e, consequentemente, esquecendo de adquirir tal item.

Já na internet isso não acontece, uma vez que as pessoas estão sempre online e podem encontrar os empreendimentos sem contar com hora e lugar, com soluções rápidas, em alguns toques na tela e sem sair de casa, do trabalhou ou de qualquer lugar, tornando tudo mais cômodo. Também é possível salvar itens e empreendimentos e visualizar com mais calma depois, o que facilita a transação.

02 – Customização dos anúncios de imóveis

Uma das maiores qualidades da internet é servir como um grande filtro para quem vai consumir algo. Isso porque ela permite customizar do modo mais específico possível as informações de tal produto e também a busca. Ou seja, quando está presente em uma rede social, como Facebook, por exemplo, ou fazendo uma pesquisa no Google, o conteúdo que aparecer nas primeiras posições para você está otimizado, para chamar a atenção e se posicionar melhor para ser referência tratando daquele assunto. Dessa forma, caso o anúncio esteja completo e o consumidor pesquise termos específicos, ele encontrará o que deseja com mais facilidade.

03 – Interatividade otimizada

Antigamente, quando os imóveis eram anunciados apenas em jornais, panfletos e placas, o tempo de espera em uma negociação era algo gritante. Entretanto, com a web isso se tornou ainda melhor, visto que é possível conversar até instantaneamente com o corretor ou cliente, tornando a transação mais prática e rápida.

O WhatsApp é uma ótima ferramenta para <strong>o corretor que deseja estar disponível sempre que o consumidor precisar de ajuda</strong>, o que pode se tornar até um diferencial do profissional. Fora isso, Facebook, e-mail e telefone celular são outros meios que vieram para facilitar esta transação.

04 – Sem limitação geográfica

Independente da região em que estiver, com a internet e as facilidades que ela proporciona, o seu imóvel poderá ser visto por pessoas de todas as partes do Brasil, excluindo a limitação que apenas uma placa no portão do empreendimento poderia trazer. Com isso, as chances de os domicílios da sua carteira serem adquiridos se tornam bem maiores, possibilitando um grande leque de pessoas interessadas nas residências.

05 – Sem limitação de tempo

Ainda na comparação com uma vitrine de loja, o seu imóvel terá uma outra grande vantagem possibilitada pela internet: não importa o dia da semana que é, feriado ou férias. O empreendimento fica permanentemente exposto para quem busca este tipo de produto. Além dos dias, também não existirá a limitação de horário estabelecido para que as pessoas possam coletar informações sobre o domicílio.

06 – Portais imobiliários são ótimas opções

Os portais imobiliários, além de serem conhecidos por dar grande visibilidade para o corretor, oferecem aos profissionais contatos mais segmentados, visto que o público que acessa esta plataforma realmente está interessado em adquirir um lar. Oferecendo preços e condições para todos os tipos de bolso, os portais podem destacar a carteira do corretor e auxiliá-lo para alavancar os negócios.

Viu só quantos benefícios existem em fazer um anúncio de venda de imóveis online? Se desejar, saiba mais sobre como expor seus domicílios e fazer os negócios decolarem.

Este é um artigo em parceria com o portal Vivareal.

Venda de casas pode ser potencializada nas férias

No Brasil, o final e o começo do ano é a época mais associada com férias, viagens e descanso. Apesar do menor movimento em diversos setores, o corretor imobiliário deve ficar atento pois a venda de casas no período não deve ser despriorizada.

Existem diversos motivos para que o corretor de imóveis aproveite os meses de dezembro e janeiro para investir em conquistar mais clientes interessados na venda e compra de casas e apartamentos. Um dos principais pontos defendidos por quem acredita no período para o negócio imobiliário é justamente a menor concorrência, uma vez que muitos profissionais liberais tiram férias e as imobiliárias trabalham com menos funcionários ou até deixam de realizar seus serviços.

Porque trabalhar durante as férias?

O final do ano propicia alguns benefícios aos consumidores que desejam adquirir um imóvel. O processo de análise, busca pela casa ideal e assinatura do contrato costumam demorar meses, mas é importante estar sempre atento à demanda dos clientes. Os três principais motivos que propiciam as vendas no período de recesso são:

  • Férias: muitos consumidores tiram dias e até semanas de folga durante as festas de final de ano. Com o tempo livre, eles podem visitar mais imóveis, buscar na internet e até mesmo negociar com o corretor de forma mais livre e com mais flexibilidade.
  • Benefícios trabalhistas: quem trabalha de acordo com as leis trabalhistas tem direito ao 13º salário, pago no final do ano. Além disso, existem bonificações, prêmios e participação de lucro em algumas companhias. A renda extra pode ser utilizada na compra de imóveis, na decoração do novo lar ou até na mudança.
  • Início de ano: muitas pessoas acreditam que o início de um novo ciclo é o momento ideal para mudanças, seja em um novo emprego, início de estudos ou para recomeçar a vida em um novo lar.

Maior volume de buscas

Uma boa forma de perceber a importância de anunciar imóveis online e atender clientes no período de férias é analisar indicadores. Os portais imobiliários, por exemplo, registram um forte aumento no número de visitantes nos sites (aumento de 50%, aproximadamente). Com isso, conseguem entregar mais contatos aos anunciantes, que podem transformá-los em potenciais clientes. Cerca de 60% mais leads são gerados no período.

Uma análise simples feita na ferramenta Google Trends, que monitora as buscas feitas pelos usuários, mostra a maior procura por imóveis em janeiro. Confira no gráfico abaixo os dados para o termo “casas à venda” entre outubro de 2014 e dezembro de 2016.

No gráfico é possível observar claramente que os picos de busca pelo termo estão no mês de janeiro de diferentes anos. Com esses dados, fica evidente que os consumidores buscam por anúncios online de imóveis no período das férias e que um grande diferencial para o corretor pode ser trabalhar nesse período.

O corretor imobiliário também pode aproveitar o início do ano para se reciclar, buscar novos conhecimentos e ferramentas que agreguem ainda mais valor ao seu trabalho. O momento pode trazer novas técnicas, mudanças de comportamento e potencializar ainda mais a venda de casas o ano todo.

A venda de casas e apartamentos deve ser trabalhada diariamente, com um atendimento primoroso e atenção aos clientes, que necessitam de informações para fechar negócio com segurança. No entanto, o final do ano costuma ser preferido pelos corretores, o que pode prejudicar seu trabalho ao longo do ano, uma vez que o consumidor leva, em média, seis meses para concluir a compra de um imóvel.

Invista nos anúncios de qualidade e no atendimento e aproveite as férias para potencializar a venda de casas.

Este é um artigo em parceria com o portal Vivareal.

Como o corretor de imóveis pode usar a Black Friday?

No final de novembro, o comércio brasileiro é aquecido com as campanhas de Black Friday e a oferta de descontos pode chegar ao mercado de imóveis. Pode até parecer estranho utilizar promoções para venda de casas e apartamentos, mas o resultado pode ser representativo.

A forma mais simples e direta de participar da Black Friday é oferecer descontos ou benefícios a quem deseja alugar ou comprar um empreendimento. No entanto, a decisão sobre diminuir ou não o valor depende exclusivamente do proprietário, com o corretor podendo argumentar, mas não decidir. Por isso, vale a pena avaliar outras formas de aproveitar a BF sem oferecer promoções.

Como aproveitar a Black Friday?

Além de oferecer descontos, é possível aproveitar a Black Friday para alavancar seus negócios. Durante o mês de novembro, o número de acessos a e-commerces e portais imobiliários aumenta, trazendo mais clientes em potencial para visualizar os anúncios, mesmo que não tenham ofertas.

Investir em diferentes técnicas de marketing digital pode trazer bons resultados, especialmente durante a Black Friday. A data oficial neste ano é dia 25 de novembro, mas, alguns sites estendem as promoções durante todo o mês, especialmente no setor imobiliário, uma vez que não é um bem que se compre sem analisar, contabilizar e pensar muito bem.

Use a internet para promover a venda de imóveis

A internet é considerada por algumas pessoas uma vilã no ambiente corporativo. No entanto, quando bem usada, ela pode potencializar a venda de imóveis e até estimular a produtividade do corretor.

Divulgue sua marca e os imóveis em redes sociais, blogs e utilize e-mail marketing para enviar dados sobre os imóveis a seus clientes. Além disso, invista em conteúdos relevantes e bem estruturados e imagens ricas.

Utilize portais imobiliários

Durante a Black Friday, o acesso aos portais imobiliários cresce. Alguns conseguem entregar ao corretor 80% mais leads do que no resto do ano. Com a maior quantidade de usuários ativos, mais chances você tem de o cliente se apaixonar justamente pelo seu imóvel.

Os portais têm grande tráfego orgânico e executam ações para que seus clientes também performem bem. Além disso, alguns oferecem descontos na assinatura anual ou benefícios exclusivos para quem fecha o contrato durante a vigência da promoção da Black Friday.

Crie anúncios otimizados

Criar bons anúncios de imóveis é uma parte vital para fortalecer sua marca e fechar negócios mais rapidamente com ajuda da internet. Para isso, confira algumas dicas:

  • Crie títulos chamativos, como um mini resumo da descrição;
  • Descreva o imóvel objetivamente, mas sem deixar de lado características e diferenciais;
  • Forneça o endereço completo do imóvel;
  • Detalhe valores como condomínio e outras despesas fixas;Inclua ao menos 15 boas fotografias do imóvel, mesmo que tiradas com um smartphone;
  • Observe a linguagem utilizada no anúncio, evite abreviações, gírias e palavrões.

Quanto mais bem trabalhado for o anúncio imobiliário, maiores as chances de alguém querer morar em um dos seus empreendimentos e agendar uma visita. Lembre-se que a descrição e as fotografias serão as primeiras informações que o cliente em potencial terá do imóvel.

Em 2016, espera-se que a Black Friday movimente cerca de R$ 2,1 bilhões. Somente no Brasil, em diversos tipos de produtos. Para o corretor de imóveis, é uma ótima oportunidade de investir em marketing e renovar sua carteira. Por isso, prepare sua estratégia!

Este é um artigo em parceria com o portal Vivareal.

Qual melhor software de gestão para venda de imóveis?

No mercado de imóveis e em diversos nichos, a organização é um fator que deve prevalecer para que o negócio funcione de maneira fluida. Por isso, um software de gestão imobiliária é a melhor alternativa para facilitar o seu trabalho como corretor de imóveis, já que essa profissão, assim como muitas outras, abrange uma grande quantidade de tarefas diárias, como captação de empreendimentos, atendimento, ligações, envio de e-mail, visitas, entre outras.

Ao buscar o software imobiliário, é importante avaliar se o sistema oferece tudo aquilo que você precisará para suprir suas necessidades do dia a dia na venda de imóveis. Ao pesquisar sobre as plataformas, existem alguns itens que fazem a diferença e podem ajudar a selecionar os melhores para contratar em cada caso:

Acesso remoto

O software deve ter acesso remoto, já que o corretor precisa de praticidade no seu dia a dia, pois nem sempre é possível levar um notebook em todas as visitas que forem realizadas. Nesse caso, um tablet e até mesmo um smartphone podem ser de grande ajuda.

Portanto, adquirir um software que dispõe da tecnologia do acesso às informações em nuvem, é uma ótima alternativa. Assim, você terá todos os seus arquivos em qualquer lugar, a qualquer hora, facilitando a demonstração dos imóveis aos clientes.

Suporte técnico

É importante certificar-se de que a empresa que administra o sistema tenha um bom suporte técnico com o qual você poderá entrar em contato sempre que precisar. Uma Central de Atendimento também deve fazer parte do pacote, para evitar que você fique apreensivo caso aconteça algo com a ferramenta. O ideal é buscar um software onde, idealmente, você não precise usar o suporte, mas se necessitar, ele deve existir, de forma eficiente e simples.

Espaço para diversas imagens

Um bom software imobiliário deve dispor de um bom espaço para exibir as imagens dos empreendimentos, já que uma das partes mais importantes de um anúncio de imóvel online é a galeria de fotos. Portanto, verifique o número de arquivos que são permitidos para demonstração. O recomendável é disponibilizar ao menos 15 fotografias de cada imóvel.

Integração com portais imobiliários

Um dos principais meios para gerar leads – fichas de pessoas que deixam os contatos pessoais para que entrem em contato com ela, afim de negociar um empreendimento (no caso do setor imobiliário) – para corretores, construtoras e imobiliárias são os portais imobiliários. Portanto, é válido certificar-se de que o sistema seja integrado com as plataformas que você utiliza ou pensa em usar.

Quando o portal é integrado, ao cadastrar os imóveis no sistema, automaticamente os anúncios são transferidos para essas plataformas. Caso não seja, terá um trabalho dobrado, já que terá de cadastrar manualmente cada residência, o que pode prejudicar sua produtividade ao tomar parte de um tempo que poderia ser dedicado em outra tarefa.

Segurança garantida

Outro fator muito importante é conferir se o sistema utilizado permite que, de tempo em tempo, você faça um backup dos seus dados. A segurança das suas informações é essencial: imagine se alguém invade o sistema e deleta esses dados? Isso pode acarretar em um grande problema e a segurança de acesso também deve ser garantida.

Quem deseja um sistema para utilizá-lo em grupo, deve observar também se existe  uma diferenciação para as pessoas que têm acesso à ferramenta. Por exemplo: os corretores e outros funcionários verão menos informações do que os donos da imobiliária, se for o caso, dependendo do login de cada um.

A escolha de um software pode não ser tão simples, mas colocando suas prioridades em ordem e verificando se esses sistemas sanam tudo o que você precisa, isso pode se tornar uma tarefa mais fácil.

Este é um artigo em parceria com o portal Vivareal.

A importância do smartphone no mercado de imóveis

Que os smartphones se tornaram praticamente extensões de nossas vidas ninguém duvida. Mas você sabia que o aparelho pode ser de extrema importância para quem trabalha no mercado de imóveis? Existem diversos usos que o corretor pode fazer do celular para otimizar seu trabalho e conseguir melhores resultados.

Com o desenvolvimento tecnológico, a internet e diversos aplicativos chegaram aos dispositivos mobile e tornaram o smartphone um companheiro inseparável do corretor de imóveis. Um celular não é mais apenas um “telefone móvel”, que recebe e faz ligações. Com ele é possível atender melhor os clientes e organizar o dia a dia.

Benefícios dos smartphones para corretores

A mudança no comportamento dos consumidores fez com que os profissionais de diversos setores se adaptassem para oferecer a melhor experiência possível aos clientes e assim conseguissem resultados melhores. No mercado de imóveis isso não é diferente e o corretor precisa saber utilizar a tecnologia a seu favor.

A comunicação é um ponto chave na negociação e é mais simples e rápida quando o corretor sincroniza sua base de dados, afazeres e demandas com o celular. Dessa forma, quando um cliente pergunta algo, é possível responder mesmo fora do escritório, pois o acesso aos dados pode ser realizado com alguns toques na tela do aparelho.

Diversos aplicativos também auxiliam o profissional, tanto para assuntos financeiros quanto para lembrá-lo de compromissos e armazenar informações. Confira algumas ferramentas que podem auxiliar quem trabalha no ramo imobiliário.

Organização e produtividade

Diversos apps ajudam a evitar o uso de blocos de anotação e papéis espalhados em todos os cantos. Com o Evernote, por exemplo, é possível criar notas, rascunhos, gravações de voz e armazenar imagens. Listas e lembretes também podem ser gerados e acessados de diversos dispositivos como smartphones, tablets e computadores.

Já ferramentas como o Trello possibilitam a distribuição e organização de tarefas a serem cumpridas por equipes. É possível designar os trabalhos a serem feitos e visualizar o que está sendo feito, o que aguarda agenda e o que foi concluído.

Agenda

Um corretor possui diversas reuniões, encontros e visitas a imóveis. Para não correr o risco de marcar mais de um compromisso no mesmo horário ou precisar atravessar a cidade em poucos minutos para chegar em outro local, utilize agendas virtuais.

Quem utiliza o Gmail como servidor de e-mails, por exemplo, possui a própria agenda do mecanismo. Além disso, existem ferramentas como You Can Book Me que possibilitam que você ou seus colegas de trabalho visualizem os compromissos agendados e marquem novos apontamentos nos horários em que estiver livre.

Scanners de documentos

A negociação de imóveis envolve diversos documentos, certidões e contratos que devem ser analisados e assinados pelas pessoas envolvidas no processo. Para facilitar, o CamScanner transforma a câmera do smartphone em um scanner, digitaliza e transforma os documentos em arquivos no formato PDF, que podem ser enviados de forma simples e rápida aos interessados pelo próprio celular.

Cartões de visita também merecem um lugar em seu telefone. Eles são muito utilizados no ambiente corporativo, mas, por outro lado, são fáceis de perder ou difíceis de encontrar no momento em que são necessários. Com o CamCard, por exemplo, você pode digitalizar e automaticamente salvar os dados do cartão diretamente na agenda de contatos do seu smartphone.

Comunicação

Diversos clientes e consumidores preferem ser contatados de formas alternativas ao e-mail ou telefone. Para isso, vale a pena possuir aplicativos de mensagens instantâneas como WhatsApp ou Viber. Assim a comunicação é rápida e pode ser feita de qualquer lugar.

Antes vistos como vilões da distração em ambientes corporativos, os smartphones podem e devem ser utilizados como ferramentas de trabalho, especialmente no mercado de imóveis. Com atenção e responsabilidade, é possível otimizar diversas tarefas do dia a dia do corretor com o aparelho. E você? Utiliza outros aplicativos em sua vida profissional?

Este é um artigo em parceria com o portal Vivareal.

Saiba mais da autorização para intermediação para compra e locação de imóveis

mulher-assinando-papelA profissão de Corretor de Imóveis é regida no Brasil pela lei 6.530 de 1978. No inciso III do seu artigo 20, a lei deixa claro que é vedado ” anunciar publicamente proposta de transação a que não esteja autorizado através de documento escrito”.

Isto é, se o corretor não tiver em mãos uma autorização formal do proprietário, ele está, por lei, impedido de divulgar o imóvel, seja para venda ou locação. Sem essa permissão por escrito, o corretor ou a imobiliária poderão ser autuados pelo Conselho por estarem trabalhando indevidamente.

Pensando nessa obrigatoriedade, que nada mais é do que uma segurança jurídica para corretores, imobiliárias e proprietários, o fastbroker incluiu na sua última versão um modelo de Formulário de captação de imóvel e autorização de venda/locação.

Este formulário é gerado automaticamente pelo fastbroker utilizando os dados já preenchidos do imóvel e do proprietário. Um arquivo PDF é gerado para que seja impresso e possa ser assinado pelo proprietário.

Nós recomendamos a todos os nossos usuários que, caso ainda não tenham colhido as devidas autorizações de seus clientes ativos, que o façam utilizando o novo módulo disponível no fastbroker 1.6, lançado esta segunda-feira.

Se você ainda não é cliente fastbroker, contrate agora mesmo.

Foco na qualidade da informação é marca da nova versão do fastbroker

A troca do status de um imóvel pode ter consequências muito sérias. Se um imóvel estiver ativo e for assinalado como alugado, por exemplo, ele imediatamente deixará de ser veiculado nos portais onde estiver publicado.

O contrário, isto é, assinalando como ativo quando o imóvel era alugado, por exemplo, fará com que um imóvel que não esteja na carteira da imobiliária passe a ser anunciado nos portais.

Pensando nessas consequências e com foco na qualidade da informação, o fastbroker 1.3.1 ganhou um importante recurso. A partir de agora, a troca de status de imóvel, além de restrita apenas a usuários autorizados, deverá vir acompanhada de uma justificativa, que ficará registrada não apenas no log do sistema como também no histórico do imóvel.

O primeiro objetivo é evitar erros de preenchimento, como a troca acidental do status de um imóvel. O segundo objetivo é refinar ainda mais a informação que cerca o imóvel. Uma vez que a justificativa para a troca do status é registrada no histórico do imóvel, será possível resgatar facilmente essa informação no futuro.

É importante ressaltar que essa nova funcionalidade partiu de uma sugestão de um cliente nosso, o que reforça o caráter colaborativo que é marca registrada do fastbroker desde sua primeira versão.

Conheça mais sobre o fastbroker em http://fastbroker.com.br

fastbroker: o sistema imobiliário inteligente para imobiliárias inteligentes.

Fotos de anúncios III: fotografia de imóveis

ID-10060882Recapitulando sobre a nossa série de artigos sobre fotografia, na primeira parte abordamos os aspectos do equipamento e na segunda parte abordamos aspectos gerais da fotografia. Neste terceiro e último artigo, abordaremos os aspectos específicos sobre a fotografia de imóveis.

Saiba seu objetivo

A primeira (e fundamental) regra para a fotografia de imóveis é: saiba o seu objetivo. Você irá fotografar um imóvel para divulgá-lo para alguém que não o conhece, um possível comprador ou inquilino. E ele fará a primeira visita ao imóvel pela internet, 100% virtual.

Por esse motivo, é importante que você consiga proporcionar ao seu visitante desconhecido um tour virtual pelo imóvel. Procure organizar a sua sequência de fotos de forma que o seu visitante tenha uma noção razoável de como os ambientes se comunicam e sua localização relativa.

Mostre para um colega a sua sequência e, em seguida, peça para que descreva como ele imagina ser o imóvel. Com base no seu relato, você terá uma boa dica de como ordenar melhorar as suas fotos.

Limpe o imóvel

Dê uma boa impressão do imóvel. Se ele estiver ocupado, procure retirar objetos pessoais do foco da câmera, dando destaque à decoração e ao ambiente em si.

Como fotografar com pouca luz é mais difícil, procure sempre fazer suas fotografias durante o dia e, se possível, com iluminação natural. Além de deixar as fotografias com melhor aspecto, ambientes bem iluminados são mais alegres e atraentes para os compradores.

Se o ambiente que você pretende fotografar estiver desarrumado, procure arrumá-lo ou pedir ao morador que arrume antes de tirar suas fotos. O mesmo vale para a cozinha e banheiros, áreas especialmente sensíveis a esse tipo de organização. Nunca fotografe o banheiro ocupado com pertences pessoais ou a cozinha com louça suja. Se possível, substitua o sabonete antigo do banheiro por um novo.

Interfira na decoração

Na mesma linha da dica acima, procure mexer na decoração do imóvel, sempre com a devida permissão do seu morador.

Procure mexer e rearranjar a mobília de modo a melhorar a valorizar o ambiente.

Mexa-se

A regra dada na segunda parte de nossa série de artigos vale: caminhe bastante pelos ambientes antes de iniciar as fotografias. E quando começar, mexa-se, buscando sempre o melhor ângulo para dar mais visibilidade ao imóvel.

Se possível, suba em bancos e escadas para proporcionar à fotografia a melhor visão possível do ambiente fotografado.

Outra importante dica é fotografar a partir de um dos cantos do ambiente. Isso trará maior profundidade à foto e transmitirá ao comprador a sensação de amplitude do imóvel. Se sua máquina tiver lentes grande angulares, procure utilizá-las para essa finalidade.

Evite identificação

Privacidade é algo muito importante, especialmente quando se trata de fotos que vão para a internet. Por isso, evite fazer fotografias que identifiquem claramente os seus moradores. Carros na garagem, por exemplo, devem ser manobrados.

Evite detalhes

O imóvel possui algum detalhe de decoração permanente interessante? Você pode fotografá-lo, mas faça-o de forma que seja possível identificar o detalhe e seu contexto. Não há nada mais frustrante do que uma foto de uma peça de decoração que você não sabe aonde está.

Se a localização do imóvel for boa, aproveite

Sabemos que localização é um importante argumento para a compra de um imóvel. Se um imóvel for bem localizado, aproveite a oportunidade e fotografe. Se estiver de frente para uma bela praça, por exemplo, fotografe-a, de forma que seja possível identificar também o imóvel e sua referência.

Fotografe todo o imóvel, escolha as melhores depois

Aproveite a sua viagem e fotografe todos os ambientes do imóvel. Bata mais de uma foto do mesmo lugar. Não perca sua viagem. Quando estiver de volta ao seu escritório você terá chance de escolher as melhores fotos para o álbum do anúncio, descartando as fotos ruins (fora de foco, tremidas, escuras etc.).

Isso fará com que você evite uma eventual segunda visita, perdendo o seu tempo e aborrecendo o morador do imóvel.

Image courtesy of Keerati at FreeDigitalPhotos.net

Saiba mais sobre seu domínio de internet

ID-10041535Continuando o assunto de domínio de internet que o post anterior levantou, é importante que você saiba onde conseguir maiores informações sobre o seu domínio de internet e descobrir se você é ou não é o dono dele.

No Brasil, o Registro.br é a organização responsável pela gestão de todos os domínios terminados em .br. E o Registro.br disponibiliza, on line, uma ferramenta capaz de detalhar informações essenciais de domínios na Internet: o Who is.

Ao digitar o seu domínio no formulário de pesquisa do Who is, você receberá informações importantes sobre ele. Para identificar se seu domínio está registrado em seu nome, procure pelos campos:

  • entidade: é o nome (para pessoas físicas) ou razão social (para pessoas jurídicas) da entidade detentora deste domínio;
  • documento: é o CPF ou CNPJ da entidade detentora deste domínio;
  • responsável: nome do contato responsável pelo domínio

Desta forma, você poderá descobrir facilmente se é ou não é o dono de seu domínio de internet.

Image courtesy of Vlado at FreeDigitalPhotos.net

O que se busca em um sistema imobiliário?

freeimage-8298822-highEsta é (ou deveria ser) a pergunta fundamental feita pelo gestor da imobiliária quando se decide pela contratação de um sistema imobiliário: o que se busca em um sistema?

Algumas respostas são bastante óbvias: um sistema moderno, voltado para a internet, multiusuário e agradável ao uso e intuitivo. Óbvias pois, afinal, são características mínimas que se esperam de um sistema nos para os dias de hoje.

Mas há outros aspectos, normalmente escondidos em linhas miúdas do contrato, que devem ser igualmente observadas. A que trataremos hoje é informação.

Aparentemente é óbvio dizer que o sistema é de propriedade da empresa que o desenvolveu, mas as informações ali cadastradas (dados de clientes, dados de imóveis, dados de compra, venda e locação e todos os demais dados cadastrados) são da sua imobiliária. Mas nem sempre é assim.

Algumas empresas desenvolvedoras de sistemas parecem dificultar a vida das imobiliárias neste sentido, dificultando ou, às vezes, não disponibilizando um becape das informações ali inseridas, alegando impossibilidades técnicas.

O problema todo está na hora de migrar de um sistema para outro. Se o seu atual sistema não oferece um becape das informações, fica impossível migrá-las para um novo sistema. E o que você vai fazer? Cadastrar tudo novamente? Manualmente? E se sua base de dados for composta por um acúmulo de trabalhos de anos e anos?

Já nos deparamos com importações de bases de dados que a imobiliária possuia cerca de 400 imóveis ativos, mas um legado de informação passada de mais de 4 mil imóveis negociados. A mesma base de dados tinha mais de 16 mil contatos de clientes que visitaram a imobiliária durante seus anos de existência.

Se esses dados não pudessem ter sido resgatados como foram, seriam totalmente perdidos, uma perda irreparável.

A imobiliária é uma empresa que trabalha, fundamentalmente com informação. Informação de um bom imóvel e de potenciais compradores para aproximação das partes.

O fastbroker tem um olhar especial para a informação da imobiliária. Por esse motivo, você pode gerar uma cópia de todas as informações do sistema quando quiser, pelo menu Sistema -> Becape. Por esse módulo é possível gerar uma cópia dos dados em formato de planilha e uma cópia das fotos dos imóveis.

Pense nisso quando for contratar um sistema para a sua imobiliária. Questione o becape dos dados. E escolha o fastbroker.